314/365 BEACH RATS

Ah, que filme! Finalmente consegui assistir o tão desejado Beach Rats, um dos 3 filmes gays mais esperados do ano, depois do Oscar de Moonlight. O primeiro e mais aclamado é o italiano Me Chame Pelo Seu Nome, que eu já tanto falei e tô doido pra ver. O segundo é o inglês God's Own Country,... Continue Reading →

Anúncios

264/365 A GHOST STORY

Se o Sartre, ao invés de escrever tivesse sido cineasta, provavelmente teria feito esse filme. Outro que também poderia ter feito A Ghost Story é o mestre Abbas Kiarostami, lá no fim dos anos 90, na época de ouro do cinema iraniano. A Ghost Story é um dos filmes que mais cumprem o que prometem... Continue Reading →

258/365 BAND AID

Nada mais hipster do que uma comédia romântica sobre um casal  de milenials que só brigam e discutem e são uns malas mas que se re-encontram quando resolvem montar uma banda de rock. Band Aid é isso tudo e um pouco mais. É a estreia na direção da também atriz Zoe Lister-Jones que faz o casal... Continue Reading →

257/365 THE HERO

The Hero é um dos filmes que eu achei que seria uma bela surpresa e acabou sendo só mais um drama de uma nota só. O diretor e roteirista aposta todas as suas cartas em um ator até que bom, Sam Elliot, mas que não faz anda de diferente do que o vimos fazendo antes.... Continue Reading →

247/365 TERRENO MORTAL

Pra continuar a boa vibe de terrores australianos, vai mais um pra conta: Killing Ground, sucesso em festivais tipo Sundance e Fantasia Esse começa como o típico terror onde um casal resolve ir acampar no meio do nada, à beira de um lago lindo no meio da floresta, na noite de ano novo para passarem... Continue Reading →

231/365 LAST MEN IN ALEPPO

Assistir mais um documentário sobre a tragédia que se abate sobre a Síria, essa guerra horrorosa, é sempre um ato de chorar copiosamente. No caso de Last Men In Aleppo, foi passar quase 2 horas tenso, chorando, emocionado, triste, com o coração arrebentado e torcendo por quem ficou por lá, os últimos fortes. Quer ver... Continue Reading →

186/365 BERLIN SYNDROME

Um dos bons filmes de terror do ano esse Berlin Syndrome. Tinha lido uns reviews ruins mas não achei o filme tão porcaria. Uma fotógrafa mochileira australiana em Berlim, sozinha perambulando pela cidade, conhece um cara interessante e depois de uns drinks e de um papo bom, acabam ficando juntos. Eles vão para a casa... Continue Reading →

154/365 LOVESONG

Maior filme lindo de amor do ano. Lovesong conta a história de uma amizade linda e longa e amorosa de duas amigas, vividas pelas ótimas Jena Malone e pela minha preferida Riley Keough, a neta do Elvis, filha da Lisa Marie, coitada. Riley é casada com uma filha de 3 anos. Seu marido passa 1... Continue Reading →

137/365 BRANQUINHA

Branquinha é o filme americano que mais deu o que falar ao estrear no Festival de Sundance em 2016. O filme foi vendido como o novo Kids e na minha opinião, Branquinha é um pouco mais que isso. O filme é muito bem escrito e muito bem dirigido por Elizabeth Wood e tem na atriz principal um... Continue Reading →

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑