Vilões de filmes como foram idealizados originalmente.

( Projeto muito legal do artista e cineasta americano Brian J. Davis onde ele usa softwares usados pela polícia americana para a criação de esquetes de pessoas procuradas por crimes.

Davis usou esses softwares com as descrições encontradas nos livros onde vilões de filmes foram criados.

O resultado é o máximo.

ANNIE WILKES – (MISERY) – LOUCA ABSESSÃO

CARRIE WHITE – CARRIE, A ESTRANHA

CLARICE STARLING – O SILÊNCIO DOS INOCENTES (tá, ela não é vilã mas deixemos passar)

DRACULA –  DRACULA DE BRAM STOKER

Continuar a ler

O jeitinho do Hitchcock.

Um ótimo vídeo mostrando muito do estilo do grande diretor inglês Alfred Hitchcock.

hitchcock

Pensando aqui que o cara morreu faz tempo e talvez uma geração nova não conheça o mestre.

Ele começou na Inglaterra fazendo filmes “de suspense” que eram sucessos de bilheteria.

“O Mestre do Suspense” foi levado a Hollywood onde continuou com um sucesso por algumas décadas. Fez clássicos como “Psicose”, “Um Corpo Que Cai”, “Os Pássaros” dentre muitos e muitos outros.

E ele sempre teve “manias”, coisas que se repetiam e uma delas era sempre aparecer em seus filmes (mas isso vou falar mais em outro post).

Este vídeo é uma edição de várias cenas de vários filmes mostrando que ele sempre “se repetia”: queda, subir escada, descer escada, cair de escada, cortinas se abrindo, ler jornal, bebidas envenenadas, cabelos de mulheres, sapatos, trens, sonhos, pesadelos, câmera se aproximando, câmera se afastando, planos sobre ombro, janelas, padres, freiras e muito mais.

Olha que legal isso:

Halloween: paper toys de casas de filmes de terror.

Coisa mais linda da vida!
O artista inglês Marc Hagan-Guirey, em seu site Paper Dandy, criou uma coleção de origamis (ou como tá lá, kirigamis) baseados em casas de filmes clássicos de terror, os “Horrorgami”.
Cada casa tem uma edição de 13 unidades, então é item de colecionador mesmo.
Eles já tem 4 casas prontas (que eu coloco fotos abaixo) dos filmes “O Iluminado”, O Exorcista”, “Terror em Amtyville” e “A Família Adams”.
E eles prometem mais: “Psicose”, “Beetlejuice”, “O Bebê de Rosemary”, “Ghostbusters” entre outros.
A obra toda será exibida em Londres na Galeria One-And-A-Half de 1 a 14 de novembro de 2012.
Eu me animei um monte.

Amo meus amigos. O Tico Volpato, amigo e gênio do origami, achou esse vídeo do próprio Marc Hagan-Guirey falando do seu projeto “Horrorgami”.

O trailer do promissor “Hitchcock”.

Parece que o filme é bem bom mesmo: “Hitchcock” é a história de como o grande diretor inglês conseguiu fazer talvez seu filme mais conhecido, “Psicose”.

Aliás, esse é um ótimo exemplo de trailer muito bom, que conta muito do filme sem estragar surpresas.
Assim espero.

Doido pra ver, ainda mais com Anthony Hopkins no papel principal.

“Hitchcock”parece ser centrado na relação de Alfred com sua mulher Alma Reville e deixa claro o quanto ela o influenciava.

Cenas lindas de filmes lindos.

Vi no IdeaFixa um post mostrando o trabalho do italiano Massimo Cavernale, um ilustrador que desenhou 36 cenas de 36 filmes.
Cenas nada óbvias de filmes bacanas.

A caixa ANIMAL do Hitchcock.

Sabe uma daquelas coisas que a gente quer mais que todas as outras?
Pois é, eis a caixa de 15 filmes do Hitchcock que será lançada dia 25 de setembro.

Todos remasterizados em high definition, pela primeira vez 13 deles são lançados em Blu Ray, com um livro de 50 páginas de curiosidades, mais de 15 horas de extras.
Os filmes são “Sabotador” (1942), “A Sombra de uma Dúvida” (1943), “Festim Diabólico” (1948), “Janela Indiscreta” (1954), “O Terceiro Tiro” (1955), “O Homem que Sabia Demais” (1956), “Um Corpo Que Cai” (1958), “Intriga Internacional” (1959), “Psicose” (1960), “Os Pássaros” (1963), “Marnie, Confissões de uma Ladra” (1964), “Cortina Rasgada” (1966), “Topázio” (1969), “Frenesi” (1972), e “Trama Macabra” (1976).
Sonho, né? Que lancem logo!