168/365 A MÚMIA

A Múmia é ruim.

Bem ruim.

É o tipo de filme que você deixa rolando na tv e fica fazendo outras coisas.

Só que eu, espertão, gastei meu dinheiro pra assistir no cinema e tóin.

A Múmia é a refilmagem, ou melhor, recriação, do clássico de 1932, numa empreitada da Universal que se chama Dark Universe onde eles vão lançar versões novas de outros clássicos a, como A Noiva de Frankenstein, O Homem Invisível, o próprio Frankenstein, Dr Jeckyl e Mr Hyde, estrelados por esses nessa foto/montagem abaixo.

la-et-hc-dark-universe-20170522.jpg
Russel Crowe, Tom Cruise, Johnny Depp, Sofia Boutella, Javier Bardem

Aliás, que feio, né? Não conseguiram nem colocar todo mundo junto pra uma foto de divulgação de um projeto desse porte?

Se os caras forem espertos, vão repensar em tudo que já estejam fazendo porque esse primeiro filme, grande, caro, com Tom Cruise de herói, não rolou.

Só de pensar no original eu me lembro da múmia do Boris Karloff e do povo chamando I MO TEP.

Nessa nova versão Tom é o herói do filme e é um saqueador de relíquias, junto do seu companheiro engraçado e atrapalhado, claro.

Já começou mal, né?

Por acaso ele descobre no Iraque, num acidente absurdo que ele causa, uma tumba egípcia e, ajudado pelo exército americano e por uma arqueologista, ao invés de estudarem o que tem por lá eles já roubam de cara o sarcófago do sítio arqueológico bem absurdo, tipo uma múmia egípcia enterrada a mais de 2000 km do Egito, numa tumba mortuária gigante, mostrando ser bem importante.

Depois de um acidente de avião, que pra mim só serviu pra poderem filmar em gravidade zero, eles acabam todos no subsolo super equipado onde abrem a tumba e libertam a múmia, que era uma sacerdotisa do mal que volta para recuperar seu amado que é, adivinha quem? Sim, Tom, o Cruise, o egípcio.

Ah, detalhe, o dono desse lugar cabuloso pra onde levaram a tumba é ninguém menos que o próprio Dr Jekyll que vira o Mr Hyde e dá uma surra no baixinho de nariz torto.

Bla bla bla, todo mundo sabe o que acontece, mas na boa, é tudo muito ruim.

O filme já começa mal onde tentam mostrar um herói que saqueia sítios arqueológicos mas deram uma chance pra ele que consegue acabar com uns caras de algo parecido com o Isis, que na verdade também estão saqueando um outro sítio arqueológico, só que, né, são muçulmanos, então não pode.

Daí o texto todo do filme é ruim, com tentativas de piadas ordinárias para um Tom Cruise que não é nem engraçado, nem heróico, nem inteligente, nem esperto. Ele fica perdido no meio de tudo.

E vamos e venhamos: Tom Cruise, com seus 54 anos de idade não tem mais cara de 30 anos de idade pra ter umas mocinhas tão novinhas ao seu lado. Ele tá com cara de véio botocado fazendo força pra parecer saradão e colocam a múmia mais gata possível quebrando tudo pra tê-lo de volta.

Bitch please.

Medo do que está por vir.

P.S. 1 – Assumiram de vez agora que pra se transformar em demo ou bicho do mal os olhos ficam brancos e as pupilas se dividem e multiplicam. Saudade O Exorcista da tv.

P.S. 2 – Outra saudade: A Múmia do Brandon Fraser com a Rachel Weisz, esse sim é filme bom.

Vilões de filmes como foram idealizados originalmente.

( Projeto muito legal do artista e cineasta americano Brian J. Davis onde ele usa softwares usados pela polícia americana para a criação de esquetes de pessoas procuradas por crimes.

Davis usou esses softwares com as descrições encontradas nos livros onde vilões de filmes foram criados.

O resultado é o máximo.

ANNIE WILKES – (MISERY) – LOUCA ABSESSÃO

CARRIE WHITE – CARRIE, A ESTRANHA

CLARICE STARLING – O SILÊNCIO DOS INOCENTES (tá, ela não é vilã mas deixemos passar)

DRACULA –  DRACULA DE BRAM STOKER

Continuar a ler

Halloween em gifs.

A dupla de designers canadenses Simon Lagneau e Rogé Rogé criou gifs de monstros da cultura pop em comemoração ao halloween desse ano.
Terror divertido é sempre melhor.

a mumia Ash beetlejuice carrie chukie Darkness dracula Edward Scissorhands frankenstein freddy iluminado Jack Skellington Jason Voorhees Jigsaw lecter Michael Myers monstro do pântano pinhead Primo Itt Regan Samara scream Slimer Stripe teenwolf The Wicked Witch of the West

Adivinhe o filme pelo poster sem o título.

Série muito legal do designer francês onde ele  Madani Bendjellal ou MadBook, onde ele tirou personagens e letreiros de posters de filmes bem conhecidos.

Você consegue reconhecer todos?

147
147
akira
Akira
alien
Alien
apocalipse now
Apocalipse Now

Continuar a ler

Halloween: paper toys de casas de filmes de terror.

Coisa mais linda da vida!
O artista inglês Marc Hagan-Guirey, em seu site Paper Dandy, criou uma coleção de origamis (ou como tá lá, kirigamis) baseados em casas de filmes clássicos de terror, os “Horrorgami”.
Cada casa tem uma edição de 13 unidades, então é item de colecionador mesmo.
Eles já tem 4 casas prontas (que eu coloco fotos abaixo) dos filmes “O Iluminado”, O Exorcista”, “Terror em Amtyville” e “A Família Adams”.
E eles prometem mais: “Psicose”, “Beetlejuice”, “O Bebê de Rosemary”, “Ghostbusters” entre outros.
A obra toda será exibida em Londres na Galeria One-And-A-Half de 1 a 14 de novembro de 2012.
Eu me animei um monte.

Amo meus amigos. O Tico Volpato, amigo e gênio do origami, achou esse vídeo do próprio Marc Hagan-Guirey falando do seu projeto “Horrorgami”.

Halloween: cenas perdidas de “O Exorcista”.

PQP!
“O Exorcista” é o filme que mais me dá medo junto com “O Bebê de Rosemary”.
Ambos são da mesma época e por acaso (ou não) são até hoje insuperáveis em roteiro, direção, copiados e recopiados e virados de cabeça pra baixo e nada.

Claro que existem outros filmes ótimos, alguns excelentes, mas esses dois são os melhores do meu gênero preferido de cinema.
Acabei de ver que o site Bloody Disgusting publicou um vídeo perdido de “O Exorcista”, uma sequência de testes de efeitos especiais. Visto hoje continua muito impressionante.
Ah, esse é o primeiro de alguns posts que vou fazer em homenagem ao Halloween e aos filmes de terror.
Cuidado com as imagens a seguir, podem te deixar sem dormir.

Encontros inusitados entre personagens de filmes.

Adorei essa série de ilustrações do francês Berk Senturk onde ele coloca lado a lado personagens que são parecidos, mas de universos diferentes.
E quebra o gelo com um único “Oh, Hi!”.
Acho que meu preferido é esse aqui:

Olhe todos e me diga qual vc prefere.