3/365 SEM FÔLEGO

Duas certezas que temos com um filme do Todd Haynes: vai ter a Julianne Moore e o filme vai ser pelo menos ótimo. Sem Fôlego (título horroroso) é desses: é bem lindinho e tem a Julianne Moore (nem preciso dizer que ótima, né) e a Michelle Williams irreconhecível de lambuja. O filme se passa em 2... Continue Reading →

Anúncios

329/365 CROWN HEIGHTS

Filme surpreendente, esperava uma coisa e me deixou de 4 mostrando outra melhor ainda. Crown Heights é baseado na história real de um homem que, nos anos 80's em NY, foi condenado injustamente por um assassinato. E que permaneceu preso por mais de 20 anos, apesar de todos os esforços que seu melhor amigo fez... Continue Reading →

254/365 DOENTES DE AMOR

Pra quem, como eu, que achava que as comédias românticas já tinham ido por água abaixo, Doentes de Amor trás de volta à vida um gênero que se perdeu muito ultimamente. E o melhor: Doentes de Amor é um dos ótimos filmes americanos do ano. O roteiro, que é ótimo e sem nenhuma frescura e... Continue Reading →

235/365 WAKEFIELD

Terceiro filme que eu vejo, por acaso, meio que na sequência e que tem quase a mesma estrutura: muito poucos personagens, bem pouco diálogo e personagem principal "preso" no mesmo cenário quase que o filme inteiro. Wakefield conta a história de um executivo meio cuzão que trabalha em NY e que ao voltar para sua... Continue Reading →

219/365 CARRIE PILBY

Carrie Pilby é o típico indie americano, descendente direto da fase boa dos anos 1990's, de Sexo, Mentiras e Videotape de Soderbergh e de alguns mais leves de Hal Hartley. Carrie é uma jovem adulta de 19 anos de idade, mais jovem que adulta, que vive razoavelmente bem em NY nos dias de hoje e... Continue Reading →

137/365 BRANQUINHA

Branquinha é o filme americano que mais deu o que falar ao estrear no Festival de Sundance em 2016. O filme foi vendido como o novo Kids e na minha opinião, Branquinha é um pouco mais que isso. O filme é muito bem escrito e muito bem dirigido por Elizabeth Wood e tem na atriz principal um... Continue Reading →

70/365 DANNY SAYS

Danny Says é um documentário (escondidinho ali na Netflix) sobre Danny Fields, um cara que começou na turminha de Andy Warhol lá nos anos 60's e terminou como um dos grandes nomes da indústria musical americana, Nessa época ele chegou em NY, depois de passar por Harvard "trepando e se drogando" como ele mesmo diz. Logo... Continue Reading →

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑