108/365 SUBMERSÃO

Ah como eu amo o Wim Wenders. E depois de alguns filmes quase, finalmente um filme bem legal dele. E apesar de uns poucos pesares e da Alicia Vikander! Submersão é um romance, com um viés político engajado, o que acaba super funcionando. O filme conta a história de um homem e uma mulher que... Continue Reading →

Anúncios

107/365 THE ASHRAM

Tava com esse filme em mãos mas meio desanimado. Depois de assistir Wild Wild Country resolvi dar uma chance a esse drama, que se vende como uma fantasia onde um americano, cético até o último fio de cabelo, vai para os cafundós do Himalaia procurar a namorada, com quem brigou e que sumiu depois que... Continue Reading →

106/365 10X10

10X10 é um filme estranho. Não, não aquele tipo de filme estranho que a gente tanto ama com bizarrices e afins. É um filme meio besta, que apareceu pra eu ver do nada e que por isso mesmo assisti sem nenhuma informação, só atraído pelo casal principal de atores, o Luke Evans e a Kelly... Continue Reading →

99/365 PATERNO

Juro que o que mais me animou para assistir Paterno foi a minha musa das musas, Riley Keough, a neta do Elvis, a maior de todas. Depois fui ver que o filme é estrelado por Al Pacino. E depois ainda fui ver que conta a história de um famoso técnico de futebol americano, Joe Paterno,... Continue Reading →

98/365 6 Balões

Neste momento tão polarizado que vivemos aqui no Brasil, momento de ame-o ou odeie-o, sem meios termos, 6 Balões é um ótimo filme para ser visto e com ele refletir. O filme estreou na Netflix essa semana e está na maré de bons filmes lançados pelo canal/serviço de streaming. Os 6 Balões do título são... Continue Reading →

96/365 AFTER LOUIE

After Louie é o tipo de filme necessário, importante, obrigatório mas que acaba ficando no meio do caminho, ou morrendo na praia, por ser muito auto condescendente. Ou como dizem por aí, com a cabeça enfiada no próprio cu. After Louie conta a história de um artista em NY, nos dias de hoje, que como... Continue Reading →

95/365 TILT

Tilt é um verbo da língua inglesa que significa literalmente "inclinar". Mas para os velhos jogadores de fliperama, tilt era quando a gente batia com força na máquina ou levantava a máquina pra não perder a bolinha e a máquina travava, dava tilt. Tilt é o nome do documentário que Joe, um diretor de filmes... Continue Reading →

89/365 THE BAD GUYS

O cinema americano tem alguns filmes que se tornam tão clássicos que acabam virando referência e praticamente viram categorias. O Reencontro, The Big Chill, é um deles. Por mais besta e cafona que o filme seja, ele é até hoje usado como referência de filmes onde amigos de infância/adolescência/escola se reencontram depois de muitos anos... Continue Reading →

88/365 MISS STEVENS

Miss Stevens é um daqueles filmes que quando eu começo assistir acho uma porcaria, apesar das críticas ótimas, e aos poucos o filme vai ganhando corpo, ganhando forma e vai me ganhando. O filme conta a história de uma professora de adolescentes, a Miss Stevens do título, que não é mais jovem para tratar seus... Continue Reading →

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑