Vilões de filmes como foram idealizados originalmente.

( Projeto muito legal do artista e cineasta americano Brian J. Davis onde ele usa softwares usados pela polícia americana para a criação de esquetes de pessoas procuradas por crimes.

Davis usou esses softwares com as descrições encontradas nos livros onde vilões de filmes foram criados.

O resultado é o máximo.

ANNIE WILKES – (MISERY) – LOUCA ABSESSÃO

CARRIE WHITE – CARRIE, A ESTRANHA

CLARICE STARLING – O SILÊNCIO DOS INOCENTES (tá, ela não é vilã mas deixemos passar)

DRACULA –  DRACULA DE BRAM STOKER

Continuar a ler

Os Deuses Americanos e as histórias da serviçal explodiram meu cérebro essa semana.

A tv é o novo cinema é o caralho.

A tv é outra história. A tv é a nova tv.

E apesar de não precisarmos mais de provas disso, essa semana meu cérebro explodiu com 2 novas séries americanas.

A primeira é a tão esperada adaptação de Deuses Americanos, o livro muito por mim amado do meu Deus pessoal Neil Gaiman, conta como os velhos deuses americanos tem que lidar com os novos deuses. Uma absurdo de bom.

Que roteiro, que elenco, que direção, que direção de arte. Espero que dure pra sempre isso. E como já tinha dito aqui das expectativas, o primeiro episódio superou-as todas.

Outra série A B S U R D A que está em seu terceiro episódio é The Handmaid’s Tale, estrelada pela sempre ótima Elisabeth Moss de Mad Men, pela também muito boa Samira Wiley de Orange Is The New Black e a preferida Alexis Bledel de Gossip Girl.

A série, baseada no livro homônimo da canadense Margaret Atwood, conta a história de um futuro recente distópico nos EUA regidos pelo velho testamento bíblico, onde as mulheres em geral viram servas dos ricos e poderosos e sua principal função é ser emprenhada por seus patrões para darem filhos às famílias de mulheres inférteis. Mas tudo isso num estado de muito repressão e censura e, de novo, repressão. Uma porrada na cara em tempos de empoderamento feminino e do que pode vir a ocorrer se não abrirmos nossos olhos.

Todo o horror dessa história piora se pensarmos que muito do que vi em 2 episódios é muito próximo do que estamos vivendo por aqui hoje em dia.

A um passo do fim do mundo.

Os DEUSES AMERICANOS estão chegando.

O “infilmável” maravilhoso livro de Neil Gaiman, American Gods, foi filmado e virou uma série produzida pelo fodão Bryan Fuller e com os 10 dedos de Gaiman na parada.

O livro e a série contam a história dos antigos deuses americanos, que chegaram ao novo mundo através dos imigrantes, em contraposição aos novos deuses que foram nascendo nessa terra nova.

Os posters com alguns deuses são lindos demais.

E a abertura dos episódios, cheia de bonecas e neons e cores e drogas mostra bem o que podemos esperar. E o mais foda: parece que a música é o cover de Immigrant Song do LedZep que o Trent Reznor fez pra Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres.

Chega logo 30 de abril.