203/365 CORAÇÃO E ALMA

Puta surpresa de filme francês bom. Coração e Alma conta 3 histórias absolutamente diferentes, que acabam se cruzando. Ah, antes de falar da história, quero falar que o primeiro mérito do filme é o elenco, encabeçado pelo meu ator preferido Tahar Rahim, mais uma vez surpreendendo com sua sutileza. E uma surpresa: Emmanuele Seigner, que... Continue Reading →

202/365 THE WHITE KING

E viva a moda da distopia no cinema. The White King se passa ao que parece ser um Inglaterra totalitária e perdida. Um dia, um carro com 2 homens de preto mal encarados estacionam na entrada de uma casa e pedem para conversar com o pai. A mãe e o filho ficam ao longe olhando... Continue Reading →

201/365 A MORTE TE DÁ PARABÉNS

Quando eu assisti pela primeira vez Feitiço do Tempo, fiquei pensando que repetir o mesmo dia para sempre, pra mim, seria um filme de terror. A Morte Te Dá Parabéns é um filme de terror nesses termos. No dia de seu aniversário, uma garota morre e no próximo momento já acorda viva de novo. Só... Continue Reading →

200/365 O MÍNIMO PARA VIVER

Mais uma estreia da Netflix, mais um filme que, apesar de não ser imperdível, vale a pena ser visto. O Mínimo Para Viver tem um bom roteiro sobre uma garota (Lilly Collins) que sofre de anorexia e que praticamente não tem uma vida por causa da doença. Sua família se preocupa, obviamente, ou pelo menos sua... Continue Reading →

199/365 THE HOUSE

Mais um post de utilidade pública: FUJA desse filme. Ao que tudo indica, The House estreia em outubro nos cinemas por aqui. Se tudo der certo, a distribuidora vai cair na real, lançar o filme direto em plataformas digitais e poupar os cinemas de um filme tão porcaria quanto esse. The House é uma típica... Continue Reading →

198/365 MARGUERITE

Todo mundo ama o ótimo Florence Foster Jenkins, né? Muito por causa da Meryl Streep, mas muito também pela história doida da ricaça francesa que cantava mas não sabia que não sabia cantar. Mas um conselho de amigo: assista na Netflix Marguerite, o filme francês original de onde o Florence se baseou. O filme é... Continue Reading →

197/365 UM CONTRATEMPO

Um Contratempo é um filme espanhol que estou pra escrever sobre há umas semanas. Mas ontem vi que ele tá na Netflix, então é legal falar pra que o filme seja visto. O filmão é um thriller dos bons, mas tem um grande problema, que é o motivo. Hitchcock falava que ele fazia 2 tipos... Continue Reading →

196/365 A INTERVENÇÃO

Vamos deixar uma coisa bem clara de uma vez por todas: eu sou fã de carteirinha do cinema indie americano. A Intervenção é um dos típicos indies com temática clássica de grupo de amigos se encontrando para resolver problema em princípio bem sério. Poderia dizer que o filme é um neto do já clássico O... Continue Reading →

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑