48/365 O OCASO DE UMA ESTRELA

Esse é um post "dá licença" para eu reparar uma falha da minha história cinéfila. Eu tento durante o ano assistir uns filmes mais antigos para compensar o monte de porcariada nova que vejo e nunca posto nos 365 do ano. Mas esse não resisti. Eu nunca tinha assistido essa porrada que é O Ocaso... Continue Reading →

Anúncios

47/365 OS INICIADOS

Que. Puta. Filme. O que me deixa feliz com o cinema é que de onde menos se espera aparecem uns filmes como esse Os Iniciados que eu só tenho que me ajoelhar e agradecer aos Deuses. Pra quem gosta de uma comparação, Os Iniciados poderia ser o filho de Brokeback Mountain com Moonlight. No interior... Continue Reading →

46/365 FÚTIL E INÚTIL

Fútil e Inútil é um filme que faz jus ao título, não serve pra muita coisa. O filme conta a vida deDouglas Kenney, o criador da National Lampoom, uma revista de humor que surgiu nos anos 1970's nos EUA e que foram referência pra um humor mais retardado que veio assolar o país. A revista... Continue Reading →

45/365 KIKI

Vamos começar do começo: Kiki não é o novo Paris Is Bruning. E isso é ótimo. Kiki é mais do que um documentário sobre a cena ballroom de NY, Kiki é quase um documento sobre um estilo de vida, sobre a vida com estilo desses negros e latinos gays que vivem à margem da margem... Continue Reading →

Elenco de Black Panther na capa da Essence.

É "que tiro foi esse?" que diz? A revista Essence lança 3 capas em edição especial com o elenco do tão esperado e já hypado Black Panther. Olha o poder: Lupita Nyong'o, Angela Bassett, Danai Gurira, Letitia Wright, Chadwick Boseman, Daniel Kaluuya, Forest Whitaker e o meu preferido Michael B. Jordan.

44/365 HAPPY END

Um dos maiores prazeres da minha vida é assistir filmes do mestre austríaco Michael Haneke. Não por menos eu vinha esperando ver Happy End desde que foi lançado ano passado no Festival de Cannes. Ontem uma cópia finalmente caiu em minhas mãos e me joguei no filme. E pela primeira vez na vida, fiquei decepcionado.... Continue Reading →

43/365 QUANDO NOS CONHECEMOS

Olha, vivi para viver esse momento que filmes sobre viagem no tempo se tornariam a modinha entre adolescentes. Quando Nos Conhecemos é o novo dessa safra, o novo filme ruim, diga-se de passagem. E para o meu espanto, mas nem deveria ser, o filme é de novo produzido pelo midas das porcarias teens, McG. Quando... Continue Reading →

41/365 WOODSHOCK

Começo essa resenha colocando a culpa no Tom Ford pela péssima experiência cinematográfica que tive com esse filme Woodshock. O cara é um baita de um estilista e resolve virar diretor e faz uns filmes bem interessantes. Daí, acredito eu, por causa disso alguns estilistas devem ter se animado com a ideia. E duas irmãs,... Continue Reading →

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑