110/365 EM PEDAÇOS

Sempre que eu vou ao cinema sozinho em sinto culpa. Meu psiquiatra disse que isso é a depressão. Mas eu sinto culpa por estar ali dentro de uma sala viajando, fazendo uma das coisas que eu mais gosto de fazer na vida, enquanto, por exemplo, minha filha pode estar no mesmo momento sofrendo um acidente... Continue Reading →

Anúncios

109/365 OS FANTASMAS DE ISMAEL

Imagina a minha excitação com O Fantasma de Ismael: o filme abriu o Festival de Cannes de 2017, dirigido pelo competente Arnaud Desplechin e o elenco é só encabeçado por Mathieu Amalric, Marion Cotillard, Charlotte Gainsbourg e Louis Garrel. Mas olha, que decepção. O filme começa bem, com a história de Ismael, um cineasta e seus problemas, aqui... Continue Reading →

65/365 JAWBONE

Finalmente consegui assistir Jawbone, filme inglês absurdo de bom sobre um lutador de boxe fudido e detonado na vida. O cara, depois de ser considerado um garoto prodígio aos 16 anos, vencendo um campeonato importante, caiu na desgraça por causa basicamente de álcool e mais problemas familiares. Anos depois, adulto, detonado pela vida, volta à... Continue Reading →

59/365 COLD SKIN

Cold Skin é um filme estranho. É bom, interessante mas até agora não sei se eu gostei muito ou pouco. Cold Skin se passa nos anos logo após à Primeira Guerra, no Círculo Polar Ártico, onde um oficial inglês chega em uma ilha bem isolada para ser o oficial do farol. Lá ele encontra Gruner,... Continue Reading →

57/365 ROCKNROLL

Muito boa comédia francesa que tinha passado pelo meu radar mas que caiu no meu colo agora. Ri muito e não esperava tanto. A ideia é engraçada. Rocknroll é um pseudo docu-drama sobre a crise de meia idade do famoso ator, diretor e roteirista francês Guillaume Cannet. Ele é casado com a superstar francesa Marion... Continue Reading →

O tapete vermelho do Bafta.

Bafta, o grande prêmio inglês da tv e do cinema, aconteceu na noite de domingo. Aqui estão as lindas (e alguns lindos também) no tapete vermelho em Londres. Percebam o protagonismo do Time's Up pelos broches e por todas as mulheres estarem usando roupas pretas.

Os premiados no BAFTA 2018.

Ontem, domingo, foi a festa de entrega do prêmio Bafta, para os melhores do cinema de 2018. A lista é quase óbvia, nada muito diferente do que vem sendo premiado nos últimos meses. Se for prévia do Oscar, olha o que vem por aí. Melhor Filme - 3 Anúncios Para um Crime Melhor Ator - Gary... Continue Reading →

44/365 HAPPY END

Um dos maiores prazeres da minha vida é assistir filmes do mestre austríaco Michael Haneke. Não por menos eu vinha esperando ver Happy End desde que foi lançado ano passado no Festival de Cannes. Ontem uma cópia finalmente caiu em minhas mãos e me joguei no filme. E pela primeira vez na vida, fiquei decepcionado.... Continue Reading →

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑