44/365 HAPPY END

Um dos maiores prazeres da minha vida é assistir filmes do mestre austríaco Michael Haneke. Não por menos eu vinha esperando ver Happy End desde que foi lançado ano passado no Festival de Cannes. Ontem uma cópia finalmente caiu em minhas mãos e me joguei no filme. E pela primeira vez na vida, fiquei decepcionado.... Continue Reading →

Anúncios

38/365 O FORMIDÁVEL

O Formidável, apesar de todas as críticas positivas que eu havia lido, era um filme que eu queria ver mas com um pé bem atrás. Por puro preconceito besta mesmo, porque o filme é do diretor de O Artista, Michel Hazanavicius e quanto mais o tempo passa, mas eu me esqueço daquele filme, apesar (ou por... Continue Reading →

28/365 BORG VS MCENROE

Pra quem não liga para jogos de tênis como eu, ver 2 filmes bons sobre o esporte em menos de 3 meses é um feito digno de match point. Tá, parei. BORG VS MCENROE recria e conta muito bem contada a história da famosa final de Wimbledon de 1980 onde Bjorn Borg jogou para ganhar... Continue Reading →

21/365 GOD’S OWN COUNTRY

Dizer que God's Own Country é o Brokeback Mountain inglês é reduzir um grande filme a uma referência óbvia e rápida. God's Own Country, que eu traduziria como "Mundão de Deus", uma coisa bem caipira mesmo, é um filme bem caipira inglês que se passa basicamente em um sítio onde Johnny, seu pai quase inválido... Continue Reading →

19/365 A CIAMBRA

Eu amo um filme que me faz sentir como se eu tivesse levado um soco no estômago, ou um tapa de mão aberta no rosto. A Ciambra é um desses e, olha, que porrada. A Ciambra é o candidato italiano a Oscar de Filme de Língua Estrangeira, um dos que não ficaram na lista final... Continue Reading →

11/365 GLORY

Um dos filmes mais legais e instigantes que assisti recentemente é esse búlgaro Glory. O filme é uma mistura estranha de um filme americano dos anos 50, de gente simples em sua via simples só que parece que foi feito por um diretor europeu como o Michael Haneke. Como o próprio Haneke faz mesmo esse... Continue Reading →

8/365 BAD DAY FOR THE CUT

Uma das coisas mais legais que assisti ultimamente. Sucesso no Festival de Sundance do ano passado, Bad Day For The Cut é um thriller caipira irlandês, que se passa num interior bem no meio do nada. Um cara com lá seus 40 e tantos anos de idade, sai em busca do assassino de sua mãe,... Continue Reading →

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑