150/365 T2 TRAINSPOTTING

Quatro coisas sobre  T2 Trainspotting:

  1. Puta filme legal da porra
  2. Danny Boyle, o grande diretor pop fodão dos dias de hoje (e não, esse não é o Tarantino)
  3. A trilha, de novo, é inacreditável
  4. Apesar dos pesares, tem uma sequência que resume o que senti ao fim do filme. Renton, Spud e Simon vão ver o trem (go trainspotting) como iam antes e Simon fala pro Renton: “não sinto nada aqui, isso é nostalgia, você é um turista em sua própria juventude”. É meio que um auto acorda, um auto tapa na cara, tipo deixa pra lá o que já foi. Isso é coisa do livro Pornô, que foi a base do filme, a continuação do Trainspotting escrita pelo mesmo Irvine Welsh, que na verdade o Boyle poderia ter tirado do filme mas tá lá.

Screen Shot 2017-05-30 at 18.51.27Screen Shot 2017-05-30 at 18.51.34Screen Shot 2017-05-30 at 18.51.51Screen Shot 2017-05-30 at 18.51.59Screen Shot 2017-05-30 at 18.52.06Screen Shot 2017-05-30 at 18.52.26

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s