147/365 GIFTED

Ah, os filmes que me fazem chorar!

Gifted é desses. Quase.

Vi o trailer e pensei: fudeu, vou me esvair em lágrimas.

Fui preparado para o filme dirigido pelo mais ou menos Marc Webb (que estraçalhou o que poderia ser bom 500 Dias de Com Ela) e acabei com choro represado.

Gifted conta a história de um tio (gato) e em princípio tosco (o animal Chris Evans) que cria sua sobrinha toda espertona de 6 anos de idade sozinho, numa cidadezinha no meio do nada.

Até que ela começa na escola de verdade e descobrem que ela é um gênio da matemática (o gifted do título).

Quando vão conversar com o tio para mandarem ela pra uma escola de super dotados e ele recusa, chegam na avó inglesa e milionária da menina, mãe do tio, e o drama começa.

Daí pra frente, o filme que parecia fofo vai se tornando um drama com juiz, polícia, discussões, criando o maior clima, preparando mesmo para o que poderia ser a causa de desidratação pelo olho, mas não acontece.

O roteiro na terceira parte do filme perde força, as decisões de história são óbvias e/ou bestas e o filme se perde.

Meio o que acontece com o outro filme do diretor, o 500 Dias que citei antes.

Apesar de tudo, pontos para o elenco bom do filme, começando por Evans e mais a menina Mckenna Grace, a comediante Jenny Slate arrasando fazendo par romântico, a oscarizada sub aproveitada Octavia Spencer e a sempre boa Lindsay Duncan.

Mas valeu a pena pra um sábado a tarde cansado como eu estava.

E só.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: