48/365 A COMUNIDADE

Todo mundo ama Lars Von Trier, mas eu confesso que meu diretor preferido saído da Dinamarca e do Dogma (alguém ainda lembra disso?) é o Thomas Vinterberg.

O cara não é tão cabeça, não é tão profundo, não é tão radical quanto seu amigo Trier mas é um puta diretor de ator e um grande diretor de dramas com elencos grandes com vários atores principais.

A Comunidade é um típico filme do Vinterberg mas confesso que não um de seus melhores, mas mesmo assim um bom filme.

Na década de 1970,  um casal de acadêmicos cheio de sonhos, montam uma comuna em um elegante bairro de Copenhague para realizar o sonho de viver em grupo. Entre jantares, reuniões e festas e levados pelo mesmo sonho, o grupo vive o sonho hippie até que uma história de amor abala a pequena comunidade, fazendo com que esses sonhadores e idealistas acordem para a realidade.

O toque de Vinterberg é o aprofundamento nas personalidades de suas personagens, mostrando que as histórias de cada um fazem uma grande diferença na história de todos.

Lembra quando a gente falava que um filme ruim do Woody Allen ou do Almodóvar valiam a pena porque mesmo assim eram acima da média geral? Hoje em dia eu tiro Allen e Almodóvar e coloco Vinterberg nessa frase. Um filme menor do diretor dinamarquês é melhor que muito “filmão” que a gente vê por aí.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: