47/365 LION: UMA JORNADA PARA CASA

Lion faz parte de uma longa lista de filmes milimetricamente pensados para serem um sucesso em premiações americanas, produzidos pelos irmãos Weinstein e sua patota.

A história é o maior dos dramas: um menino pobre, muito pobre, de uns 7 anos de idade, na periferia de uma cidade pequena da Índia, se perde numa estação de trem e quando se dá conta está do outro lado do país sem saber de onde veio, falando que é nome de sua mãe é algo como “Mama” e que vem de uma cidade cujo nome ninguém conhece.

Ele passa por todos os perrengues que um menino nessas circunstâncias passaria: fome, frio, dorme em qualquer lugar, é perseguido por homens que devem vender crianças, foge da polícia, até que é ajudado por uma mulher que o leva pra casa, dá comida, banho, carinho e ele… foge. Mas apesar de tudo isso, ele é um menino ótimo, tranquilo, bonzinho.

Vai parar numa creche e lá é adotado por uma família australiana.

Ah, esqueci de dizer que para o drama ser maior ainda, a história é baseada em fatos verídicos.

Voltando à Austrália, sua mãe (vivida por Nicole Kidman, da patota dos Weinstein) e seu pai são uns fofos, ensinam o menino a falar inglês, dão uma ótima educação, criação de primeira e até adotam um outro menino indiano, esse bem problemático.

O tempo passa, o menino vira o queridinho da vez Dev Patel que vai estudar hotelaria do outro lado do mundo mas nem por isso para de pensar na sua família indiana perdida, apesar de se considerar australiano.

Ele começa namorar a fodona da Rooney Mara que agita um pouco a sua vida de rapaz introvertido e faz com que ele ache uma forma de procurar sua família indiana no google earth que foi recém lançado.

Bom, o filme é uma novela bem fotografada, com todas as cenas que a gente espera que tenham nessa história de amor, superação e zzzzzzzzz

Preguiça.

Os Weinstein são bem poderosos: por causa deles que Fernanda Montenegro perdeu seu Oscar pra Gwynet, por exemplo.

E os caras são tão cara de pau que conseguiram que o ator principal desse melodrama, Patel, fosse indicado a tudo quanto é prêmio de ator… coadjuvante. Piada, né?

O filme tem feito sucesso por aí, o povo adora esse tipo de coisa e claro, com o dinheiro gasto em marketing pra fazer com que essa história seja o máximo, vai longe com coisas do tipo levar o ator indiano pelo mundo e falar que ele não fala inglês e que é um fofo. Ai ai ai.

Mas não se deixe enganar, LION é como o nome do menino do filme: quando chega ao fim, ele descobre que seu nome era outro e você vai descobrir que o filme não era tudo isso.

Não diga que eu não avisei.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s