11/365 SALA VERDE

Puta filme esse Sala Verde.

Mas antes queria explicar: Sala Verde é um título estúpido em português porque o original, Green Room, quer dizer camarim.

Assim sendo, esse terror bom demais se passa num camarim de um bar de rednecks neo nazistas, os alt-rights americanos.

Uma banda punk que está viajando numa van e tocando onde consegue, para nesse bar pra um show onde são bem mal recebidos, obviamente.

Ao final, indo pro camarim (ou pra sala verde que nem é verde), a banda presencia um assassinato e a partir daí precisa lutar pela sua vida.

Dirigido pelo ótimo e promissor Jeremy Saulnier, que também é o roteirista do filme, diz a lenda que durante as filmagens a tensão no set chegou a níveis quase insuportáveis fazendo com que algumas vezes as diárias terminaram antes do previsto pra que todo mundo relaxasse um pouco.

Se isso é verdade ou só marketing não sei, mas que sentimos essa tensão e medo e terror toda nesse filme que é nervoso demais, isso é verdade.

Imagina um terror com bom roteiro, ótimo elenco e uma ótima direção de atores: é esse Sala Verde.

E além de tudo isso, o líder dos neo nazista é o ótimo Patrick Stewart.

O filme é tão bom que passou na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, feito bem peculiar pra um terror americano.

Só uma correção: meu amigo Marco Correia leu aqui e me lembrou que eu não falei nada da trilha que é uma barulheira só. Tem Slayer, Obituary, Napalm Death, Bad Brains e daí pra baixo. Foda!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s