Filme da vida: “Holy Motors”.

É assim: existe cinema e existem uma meia dúzia de filmes tipo “Holy Motors”.
O roteiro é bizarro, o elenco é estranho, a fotografia é linda, ele incomoda, instiga, te deixa sem saber o que pensar e sem saber o que fazer e é genial.
Holy-Motors
Daí você sai do cinema e fica pensando “o que o diretor quis dier com esse filme? qual o significado da família de macacos?”. Pois é, nem tente entender. Não precisa.
Filmes como “Holy Motors”são obras de arte de verdade, cada um acha o que quer, o diretor acha uma coisa, com certeza o roteirista acha outra e isso é muito bom.
A pseudo história é a de um dia na vida de um homem em Paris que vive vários papéis (pai, amante, empresário, velhinha pobre) tudo pra que a vida siga seu rumo.
O bom é perceber o quanto o ator principal é genial e se mostra de 11 maneiras diferentes em 11 personagens e você acredita em todos eles.
O final surreal que não acaba e tem outro final mais bizarro ainda é uma das jóias do filme.
Agora, o mais legal é que além de vários prêmios que “Holy Motors” recebeu como em Cannes 2012 pra citar um importante, semana passada ele foi premiado com o troféu de melhor filme em língua estrangeira pela Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles. Daí o fodaço diretor Leos Carax não compareceu à cerimônia de entrega e mandou uma mensagem de agradecimento por escrito, considerado pelos anfitriões e pelos veículos que cobrem a indústria norte-americana de cinema “excêntrico e surreal, como o filme que dirigiu”:
“Olá, eu sou Leos Carax, diretor de filmes em língua estrangeira. Faço filmes em língua estrangeira a minha vida inteira. Filmes em língua estrangeira são feitos em todo o mundo, claro, com exceção dos Estados Unidos. Nos EUA, fazem apenas filmes de língua não-estrangeira. Filmes em língua estrangeira são muito difíceis de fazer, obviamente, porque é preciso inventar uma língua estrangeira ao invés de usar a linguagem costumeira. Mas a verdade é que o cinema é uma língua estrangeira, uma língua criada para quem precisa viajar para o outro lado da vida. Boa noite.”
E uma viagem de limusine para o outro lado da vida é exatamente “Holy Motors”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: