“Amour”, uma linda história de amor desconcertante.

Imagine o seguinte: uma linda história de amor de um casal de franceses sexagenários contada pelo maior diretor vivo e o mais frio e calculista de todos.
Amour
Esse é “Amour”, o filme mais recente do Gênio Michael Haneke.
Sim, eu sou o maior paga pau desse cara, fã desde sempre e mais fã cada vez que vejo (ou revejo) seus filmes.
Dessa vez ele conta a história de um casal de velhinhos franceses em Paris.
Ela sofre um derrame após outro e ele cuida dela.
A saúde dela vai piorando e a sanidade dele também.
“Amour” é uma ode ao amor, à fidelidade, ao comprometimento.
E pelas mãos de Haneke, “Amour” acaba sendo uma experiência absolutamente única.
O cara que vai ao âmago dos sentimentos em seus filmes com todo distanciamento possível, desta vez nos joga na cara o quanto é lindo e duro amar.
E se doar.
E acreditar.
E não desistir.
“Amour” é desses filmes que começa pelo fim, nos joga na cara uma cena quase linda e absolutamente romântica.
Só que a partir daí Haneke desconstrói a mais lindo dos sentimentos de uma forma nunca antes vista.
Por favor, quando for assistir o filme, preste muita atenção na mulher, Emmanuelle Riva, um absurdo o que ela faz, como ela faz.
“Amour” ganhou Cannes, ganha tudo quanto é prêmio a que concorre e se bobear leva Oscars aos borbotões.
Um dos toop filmes de 2012 que ainda não estreou por aqui, mas que é obrigatório para uma vida cinéfila feliz.

Anúncios

One thought on ““Amour”, uma linda história de amor desconcertante.

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: