O GRANDE TRUQUE (post vintage)

sábado, novembro 04, 2006

Esse post vai ser uma carta aberta ao diretor Christopher Nolan.
Desculpem a todos, mas como sei que ele é um leitor voraz do meu blog, resolvi publicar aqui mesmo ao invés de mandar um email pra ele.
Vai a versão em português.

Chris (íntimo)
Tudo bom?
Resolvi escrever aqui o que tenho tido vontade de te dizer já há algum tempo. E junto vai um pedido.
Chris, você é um puta diretor bom, mas erra no mesmo nível de seus acertos. Quero dizer que seus filmes bons são geniais: Memento e Batman Begins. Já Insônia, um lixo impressionante. A conclusão que eu cheguei é que você acerta um e erra outro e depois acerta de novo e assim por diante. Bom, quando fez o Batman, fiquei feliz pela qualidade do filme e depois com medo porque tinha lido que faria na sequência The Dark Knight. O filme ruim depois do bom seria um filme do Batman, o que seria um pecado, já que mais um filme ruim do Batman ninguém precisa. Qunado li a respeito das filmagens de O Grande Truque eu fiquei mais calmo, porque sabia que ali você erraria e depois acertaria de novo no filme do morcego.
Ontem fui ao cinema ver o tal filme dos mágicos e… confirmou!
Bem porcaria mesmo.
E com tudo pra ser um grande filme, mas, pelamordedeus, que roteiro é esse? Que maquiagem é essa do filme. Que planos são aqueles do ator que faz o dublê do Hugh Jackman, pior que novela de gêmeo da globo. Aliás, em Mulheres de Areia, os caras faziam uns truques mais bacanas de edição do que você fez! No youtube deve ter isso!
Como um cara como você, todo cuidadoso, com o irmão roteirista chato que tem, faz um filme com uns pulos de roteiro que parece tirado de uma escola qualquer de cinema? Claro, que com o sucesso do Batman Begins, todo mundo queria filmar com você, e você (certíssimo) pega só as pessoas certas mesmo, até um elenco fodão de coadjuvantes como a Scarlett e o mestre dos mestres David Bowie, com um sotaque ótimo no papel do doidão Tesla.
Garantindo a patota do morcego, tem o Bale e o Michael Caine, os dois muito bem, óbvio.
Mas não dá, o filme é um amontoado de cenas que você tentou que se juntassem e contassem uma história razoável. Não, não, mister.
Não adianta colocar um puta figurino lindo, uma direção de arte rebuscada e a história se perder em uns momentos que não podia. O saco de um filme desses é que não dá nem vontade de escrever nada, isso é o pior de tudo.
Mas no final das contas, obrigado por esse filme, por ter errado tanto a mão. Isso quer dizer que eu posso ficar sossegado com o próximo Batman mesmo. E concluir que O Ilusionista, o outro filme de mágicos da temporada, é mesmo um puta filme!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: